Seja bem vindo(a)!

Que a sua visita seja constante e some muitos prodígios ao blog!

Deixe sua sugestão e/ou sua crítica.



“Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações terá sido mera coincidência”.

As figuras utilizadas nas postagens são originárias do google images.


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Os três P's - Projeto para 2012


Uma tarde chuvosa e de temperatura amena em São Paulo.
O edredom e os travesseiros me convidavam para um cochilo.
Pousei minha cabeça sobre o cheiroso artefato e o calor da coberta me fez adormecer.

Quando abri os olhos já se passavam das quatro horas da tarde.
Preparei um delicioso cappuccino com sequilhos e fui para a sala de inverno, com caneta e papel em punho para, mais uma vez, dar vazão à imaginação.

O assunto que me veio em mente foram os três P's.
Como assim?

Foi assim...

Há alguns dias, li sobre as virtudes do ser humano e, por algum motivo, sem ser especial, fixei-me na paciência, na prudência e na persistência.

Para ser fiel ao seu significado fui ao dicionário buscar o sentido correto dessas  palavras.
É sabido que conhecemos o que cada qual quer dizer mas, não custa nada sermos um pouco científicos.

A paciência é a qualidade de quem sabe esperar. É a virtude que consiste em suportar.
A prudência é a qualidade de quem age com comedimento, buscando evitar tudo que julga fonte de erro ou de dano. É a cautela e a precaução.
A persitência é a qualidade de se conservar firme e constante. É continuar a ser ou a ficar, perdurar, permanecer sem mudar ou sem variar de intento.


Relendo as propriedades de cada palavra percebi que me faltam todas elas.

Pensei então:
- "Este seria um bom projeto para 2012... conquistar os três P's. - Mas, por quê e para quê eu deveria me empenhar nisso se é muito mais fácil desejar algo material?"

Larguei a caneca e beberiquei o cappuccino.

"Fácil! O porque é que sem as três eu não conseguiria alcançar nada material ou não material...Hum...nada fácil!

Enganei-me! O para quê é que é o problema! Seria um projeto intrínseco!

A paciência, creio eu, seria a mais difícil de ser conquistada, haja vista ser a maior das virtudes.
Filas, stress, correria, como ser paciente neste mundo?
Bem, com ela, conseguiria enxergar melhor o dia a dia e ao meu próximo. Ela me mostraria a vida pelos olhos oriundos do amor.
A ótica de tudo precisaria ser vista pelo ângulo inverso.

Belo discurso!
Daria uma boa briga!

Para conseguir buscar a paciência precisaria da prudência como aliada para não cometer as gafes corriqueiras do cotidiano que tanto nos maltratam e nos fazem machucar os outros e seria imprescindível a persistência, para que eu não desistisse antes mesmo de começar.

Sabe com é, quando a gente tem algo que dá trabalho arrumamos mil desculpas para não prosseguirmos".

Tamborilei a caneta e terminei minha bebida.
Respirei fundo.
Levantei e aproximei-me da janela.
A chuva ainda corria mansa pela vidraça.

Voltei ao texto e conclui:

"Este é um bom projeto para 2012. Este será o meu projeto para 2012!"

Bia Fernandes

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ser feliz

Ser feliz...


Felicidade e Paz deveriam ser sinônimos!


Pois,

Só se pode ser feliz estando em paz consigo mesmo.

Se você estiver em conflito,

não faça nada a não ser refletir muito,

até que você consiga chegar ao seu ideal.


Bia Fernandes

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Amar...

Hoje me peguei refletindo sobre o que é amar...

Existem diversas formas de amar, e a conclusão que cheguei foi que:

Amar não é simplesmente dizer palavras mágicas como:

Te amo,

Te quero.

É muito mais do que isso.

Amar é sentir algo imensurável dentro do peito.

É poder somar a sua vida com a vida do ser amado.

É não ser arrogante.

É não competir.

É dividir todos os momentos.

É falar com os olhos.

É respirar.

É sorrir.

É compartilhar.


Bia Fernandes

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O maior segredo

O maior segredo da existência humana

 não consiste em apenas viver,
mas,

em encontrar um motivo

para viver

plenamente!

Bia Fernandes


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Acredite!

A C R E D I T E!

Você é importante para você e para alguém.

Importar-se consigo e importar-se com alguém é a real razão de você estar vivendo.

Tem dúvidas disso?

Olhe ao seu lado.

Olhe ao seu lado e verá que existem "outros alguéns" que precisam  de você e se importam com você.

Acredite!


Bia Fernandes