Seja bem vindo(a)!

Que a sua visita seja constante e some muitos prodígios ao blog!

Deixe sua sugestão e/ou sua crítica.



“Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações terá sido mera coincidência”.

As figuras utilizadas nas postagens são originárias do google images.


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

ESCREVENDO O MEU PERFIL





Foi um momento único.

Um filme se passou em minha mente!

Escrevendo o meu perfil, percebi o quanto já fiz em minha breve vida.

Percebi o quanto fui, sou e serei agraciada.

Foram altos e baixos.
Foram dias e noites.
Foram sabores e dissabores.
Foram ansiedades e calmarias.

Enfim,

Se me perguntarem se fiz tudo o que queria?
Eu respondo que sim.

Se me perguntarem se me arrependi de alguma coisa?
Eu digo que não.

Se me perguntarem se eu faria tudo de novo?
Eu digo que sim.

Se me perguntarem o que mais amo?
Eu digo que é viver.

 Bia Fernandes



Nasci em 25/11/1972  na cidade de São Paulo, onde resido até hoje.

Sou musicista,  pedagoga e exerço o cargo de diretora  executiva da Escola Música é Arte.

Dedico-me ao ensino técnico de música para jovens e adultos, e em especial,  ao ensino da música para a Melhor Idade através da musicoterapia.
Convido vocês a acompanharem  a trajetória da minha aventura no mundo da escrita  (1988 até os dias atuais) na página do FACEBOOK.

Lancei meu primeiro livro Contos e Encantos do Cotidiano em agosto de 2012 . 
Creio que seja o primeiro de uma série.


Siga o blog:
www.mariabeatrizfernandes.blogspot.com

Siga meu cantinho:

http://www.recantodasletras.com.br/autores/biafernandes

Aconteceu : 
www.
escritorabiafernandes.blogspot.com.br


Curta a página no FACEBOOK: 
https://www.facebook.com/pages/Bia-Fernandes/409665592425920?ref=h
l

Visite o site oficial:
www.biafernandes.com.br


Leia:

Contos e Encantos do Cotidiano
http://www.skoob.com.br/livro/278874



Entre em contato:

escritorabiafernandes@hotmail.com




Agradeço pela sua visita.
Que o Senhor da Vida esteja com você!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Antagônico




Quero ir ou ficar?
Isso depende se eu quero voltar.

Quero rir ou chorar?
Isso depende se eu quero me molhar.

Quero ferir ou curar?
Isso depende se eu quero me machucar.

Quero dormir ou acordar?
Isso depende se eu quero sonhar.

Quero ignorar ou elucidar?
Isso depende se eu quero enxergar.

Quero providenciar ou deixar faltar?
Isso depende se eu quero me abster.

Quero comer ou jejuar?
Isso depende se eu quero vitimar.

Quero molhar ou secar?
Isso depende se eu quero me lavar.

Quero duvidar ou aceitar?
Isso depende se eu quero me frustrar.

Quero agir ou estagnar?
Isso depende se eu quero viver.


Bia Fernandes